Professora muito má

27 de junho de 2004

Olá, pessoal! Hoje eu vou contar um sonho que eu sonhei esta semana, mais um que tem a ver com a FATEC (quer dizer, nem tanto assim). Sonhei que a professora Vivian (de geografia econômica e de matemática financeira) era minha mãe e que ela era muito má. Lembro-me que eu estava num tipo de ônibus e eu e a professora iríamos para não sei que lugar. Aí ela começou a me desprezar, me desconsiderar, ficou brava e me deixou muito triste. Eu tentava falar com ela as ela não me ouvia. Ficava me evitando. Inclusive, ela quebrou não sei o quê com um raio laser. Foi um sonho bem sofrido para mim. Quando acordei, dei graças a Deus que tudo aquilo era um sonho (ou seja, um pesadelo). Foi um sonho muito sofrido. A professora Vivian, ao contrário do sonho, não é má. Inclusive, eu passei nas matérias dela sem nota baixa.

Bom, gente, é só isso! Tchauzinho!

Anúncios

Viagem aos States

20 de junho de 2004

Olá, internautas! Hoje eu tenho um sonho muito “viajado” que eu sonhei esta semana para contar! Sonhei que eu fui até algum lugar dos Estados Unidos. Não sei se eu lembro do sonho completo, talvez tenha outras partes que eu não me lembre, mas o principal é isso. O sonho começou assim: Eu saí de casa acompanhado acho que da minha mãe e fui até uma espécie de rodoviária, onde embarquei num veículo muito rápido que foi até os States por terra. Dentro do veículo, tinha um garoto que parecia ser dos States e cujos cabelos eram loiros. Ele sabia falar português. Falou comigo durante algum tempo até que disse que tinha que ir embora e saiu do veículo no meio da viagem. Logo, eu cheguei nos Estados Unidos e fui parar numa loja de conveniência na seção de salgadinhos, tudo escrito em inglês, inclusive o preço. Posteriormente, fui parar numa hospedaria onde tinha uma televisão que passava uns programas que eram todos em inglês. Tinha também alguns outros hóspedes que moravam por lá. Algumas vezes, eu saía para a rua por alguns momentos não sei por quê. É, basicamente, o sonho foi só isso, terminou aí. Até a próxima blogada! Eu voltarei!


Mendigo muito maldito

12 de junho de 2004

Olá, gente! Hoje eu vou contar um sonho que eu devo ter sonhado em 1992, um sonho bastante sujo. Sonhei com um mendigo todo sujo e muito doidão que andava de um jeito muito esquisito, tipo um macaco, e que chamava todo mundo de “ser morto”. Ele era muito maldito, pois se aproximava das pessoas, as hipnotizava e as fazia imitá-lo, fazendo as mesmas macaquices, chamando os outros de “ser morto” e andando todas sujas como ele. E essas pessoas hipnotizavam mais pessoas. Eu fiquei com muito medo de trombar com aquele mendigo, pois eu poderia ficar como ele. À medida que o mendigo andava, apareciam mais e mais homens todos sujos (até mais sujos do que o mendigo) e imitando o infeliz. O engraçado é que ele só hipnotizava homens, nenhuma mulher foi hipnotizada no sonho. Também, né, nenhuma mulher apareceu no sonho! O mendigo maldito foi hipnotizando pessoas até o sonho acabar. Eu não fui hipnotizado no sonho, mas morri de medo o tempo todo.

Até a próxima!


Beijinhos da Mara

6 de junho de 2004

Olá, internautas! Na semana passada, como eu tive que ficar fazendo um trabalho da faculdade, não deu tempo de eu postar aqui neste blog, mas hoje eu vou contar um sonho que eu tive já faz algum tempo. Sonhei que eu estava na escola (na escola do ano passado, hoje eu estou na faculdade) andando pelo pátio e observando os cartazes que estavam pregados na parede. Alguns cartazes eram transparentes, fazendo com que desse para enxergar o outro lado da parede. Andei pelo pátio durante alguns minutos. E advinha quem apareceu no sonho? A Mara novamente. Ela estava sentada perto dos cartazes e estava de batom, mas só na parte da frente da boca, e também tinha batom nos dentes (como se ela não soubesse passar batom). Quando me viu, pediu para que eu a deixasse dar um beijo no meu rosto, falando que nem criança. Eu, é claro, deixei e a Mara me deu vários beijos, sujando meu rosto de batom. Eu não sei se teve mais coisas neste sonho, só me lembro até essa parte.

Até a semana que vem, internautas! Isto é, se eu não estiver ocupado…