Planejando explodir a Rede Record

Hoje eu irei contar dois sonhos recentes.

No dia 25/01/2012, aniversário da cidade de São Paulo (a cidade completou 458 anos nesta data), sonhei que a atriz Fernanda Vasconcelos foi para a Rede Record de televisão interpretar o papel de uma moça de olhos azuis numa novela daquela emissora que iria estrear em breve. No sonho, a Fernanda Vasconcelos tinha olhos azuis, e eram olhos bem azuis. A propaganda da novela, na qual eu não sei nem o nome nem o enredo da mesma, passou algumas vezes na TV, com grande destaque para a personagem principal, interpretada pela Fernanda. Além dessas partes acerca da nova novela da Record, teve uma outra na qual a minha avó virou uma espécie de líder religiosa, e ela segurava um cajado. No final do sonho, eu planejei, com um dinheiro guardado que eu tinha, comprar a Rede Record, retirar todas as pessoas das instalações da emissora, plantar bombas nessas mesmas instalações e explodir a Rede Record todinha. Eu cheguei a imaginar as instalações da Record explodindo, com os estúdios indo pelos ares. Acordei imaginando a emissora indo pelos ares e continuei a imaginar a explosão da Rede Record depois de ter acordado, uma vez que eu não gosto dessa emissora por motivos diversos. Eu não lembro de muitos detalhes desse sonho, só destes.

Já no dia 05/02/2012, sonhei que meu chefe na empresa onde eu trabalho me demitiu, dizendo que era para eu retornar à empresa onde eu trabalhava anteriormente. Meu local de trabalho (que, após eu ter sido mandado embora, virou ex-local de trabalho) era diferente do da vida real, era um espaço maior, com várias subdivisões. Numa determinada sala, ficava a Viviane, a responsável por testar os softwares desenvolvidos na empresa (e ela existe na vida real). Um pouco depois de eu ter sido mandado embora pelo meu chefe, vi ela saindo da sala com uma seringa de injeção na mão, com uma agulha que devia ter de 20 a 30 centímetros. Não tenho certeza, mas acho que aquela injeção era para ser aplicada em mim, embora eu não tenha recebido de fato aquela injeção. Na mesma hora, lembrei que, na empresa onde eu trabalhei antes de trabalhar no meu emprego atual (que até poucos instantes era o atual, melhor dizendo), havia uma testadora de software igualzinha à Viviane, com a mesma aparência física, mas com outro nome, no qual eu me esqueci (não me esqueci depois que acordei, me esqueci durante o sonho mesmo, inclusive, naquele momento, tentei puxar na memória qual era o nome dela). Eu me lembrava do nome do clone da Viviane no início do sonho. Posteriormente, não me lembro quanto tempo depois de receber a notícia da minha demissão (que ocorreu sem motivo algum, pelo que me pareceu), pensei em dizer ao meu ex-chefe que a empresa onde eu trabalhava antes não iria me aceitar de volta, pensei nisso enquanto eu andava sozinho num terraço, em não sei que lugar. Dava para ver que havia chovido naquele lugar há pouco tempo. O sonho devia ter outras partes além dessas (que foram provavelmente as últimas do sonho), mas são essas que eu me lembro.

Até breve, com mais um novo post.

Anúncios

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s