Um ET azul e bonzinho veio me visitar

Hoje eu irei postar dois sonhos, um sonhado no dia 10 de Julho e outro sonhado no dia 20 do mesmo mês.

No sonho do dia 10, eu estava na rua junto alguns conhecidos meus (que só deviam existir no sonho) segurando um antigo carro de brinquedo que eu tinha na vida real quando eu era criança no qual eu chamava de Turboman. Eu observava as pessoas e os carros na rua, quando apareceu uma menina que devia ter uns 6 anos. Essa menina me pediu o carrinho para ela. Resolvi dar o coiso para ela e esta ficou muito feliz. Depois de dar o Turboman, sorri para ela e fiz sinal de joia, com o dedo polegar para cima. Só isso que eu me lembro deste sonho.

No sonho do dia 20 de Julho, um ET veio fazer uma visita a mim e a meus familiares. Era um ET bonzinho (ao contrário de uns que queriam me matar em outros sonhos que tive) que falava português perfeitamente, como se morasse no Brasil.

Além de fazer uma visita, o ET levou eu e meus familiares até o planeta dele, no qual era minúsculo. O planeta dele devia ter o tamanho de um asteroide, era bem pequeno mesmo, e o ambiente, as paisagens daquele planeta, eram bem simplórios, ainda mais que devia estar de noite quando eu estive lá. Lembro-me que havia um piso cinza que ficava suspenso no ar, onde eu cheguei a ficar na companhia do ET.

Tudo ia bem, quando, num determinado momento, eu comecei a duvidar que ele fosse um ET, apesar dele ter aparência bastante diferente de um ser humano (ele era baixinho e azul). Quando ele me perguntou por que eu estava duvidando dele ser um ET, eu respondi a ele que o mesmo não tinha nenhum sotaque. Depois dessa parte, lembro-me de ter voltado à Terra e ter visto o minúsculo planeta do coiso pela janela da nave, que nem lembro como era.

Numa outra parte desse mesmo sonho, ocorrida após a minha ida ao planeta do ET azul, eu estava na minha casa em Praia Grande (onde atualmente, só passo alguns fins de semana, visto que fico mais em São Paulo), quando começou a chover e a infiltrar água da chuva dentro de casa, por todos os cômodos, molhando tudo o que havia dentro. Ou melhor, molhando quase tudo, pois conseguimos evitar que algumas coisas fossem molhadas. Além de estar chovendo dentro de casa, as lâmpadas, que eram daquelas incandescentes que emitem luz amarela (ao contrário das da casa na vida real, que são fluorescentes), não iluminavam direito. O sonho acabou nessa parte aí, pois depois eu acordei para ir trabalhar.

Eu ia contar hoje o sonho do dia 13 de Julho, mas o post acabou ficando comprido demais e resolvi deixar este sonho para um post futuro. E por hoje é só. Até daqui a provavelmente duas semanas, quando provavelmente sairá o próximo post.

Anúncios

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s