Sonho de Páscoa!

Olá, internautas! Hoje é o domingo de Páscoa! E hoje eu vou contar um sonho que tem a ver com esta data, um sonho sonhado nesta última sexta-feira, dia 14/04/2006! Sonhei que eu trabalhava num escritório onde havia um chefe bastante bem-humorado que era meio palhaço, e ele fazia algumas palhaçadas para descontrair o pessoal do escritório. O escritório era um espaço pequeno, tinha uns seis computadores, uma lousa na parede lateral (não lembro se era mesmo uma lousa ou algum outro negócio pregado na parece, como algum cartaz) e uma janela na outra parede. Cada funcionário estava a frente de um computador e o chefe ficava de pé animando o pessoal, falando coisas engraçadas e fazendo o pessoal rir à vontade. Eu ficava sentado em frente ao computador da esquerda, do lado oposto ao da janela, e eu ria de algumas coisas que o chefe falava, não todas as coisas, mas algumas. Não me lembro o que eu fazia em frente ao PC (no que eu trabalhava), só sei que eu trabalhava como os outros funcionários, fazendo a mesma tarefa que eles. Não me lembro o que estava escrito na tela do PC (se eu soubesse, eu poderia deduzir o que eu estava fazendo). Mais pelo fim do sonho, eu pronunciei involuntariamente a palavra “chato” e o chefe veio até a mim para perguntar se ele estava sendo chato ou se o ambiente de trabalho estava chato, e disse que, se estivesse chato, ele pararia de fazer suas palhaçadas. Eu respondi que não, que tava legal e que ele não estava sendo chato. Numa outra parte do sonho, o chefe me deu um ovo de Páscoa enorme, desses de um quilo. Era um ovo de Páscoa embrulhado num papel celofane amarelo e dava para ver que o ovo não estava envolto em papel alumínio, como geralmente são embrulhados os ovos de Páscoa. E o ovo era daqueles feitos com amendoins, avelãs ou alguma outra coisa misturada ao chocolate, não era um ovo de chocolate ao leite convencional. Ou seja, era um ovo bem incrementado. E assim foi o sonho de Páscoa!

Como este ano eu estou postando poucas vezes aqui neste blog, irei contar outro sonho hoje. Ainda esta semana, sonhei que eu havia viajado para a Argentina para fazer não sei o quê por lá. Eu fui de São Paulo (não sei se eu estava em Praia Grande ou na capital ou em outra cidade do estado) até a divisa entre o Brasil e a Argentina e entrei normalmente na Argentina sem ninguém me pedir nenhum documento e sem dar nenhuma satisfação a ninguém. Entrei na Argentina e andei pelas ruas da cidade, olhando as casas coloridas e as pessoas falando espanhol. Não fiquei muito tempo andando na rua. Numa outra parte do sonho, eu e mais um casal nos hospedamos numa hospedaria bem mixuruca, que se resumia a um único quarto. Tinha uma mesa de sinuca do lado de fora e um letreiro com algo escrito em cima. E em outra parte do sonho (esse sonho foi dividido em partes, não numa seqüência lógica), eu viajava para a Argentina, acho que era a segunda viagem a aquele país, mas dessa vez, para o interior da Argentina, mais para o sul. Lembro-me das paisagens durante a viagem, que, assim como a anterior, foi feita de carro, um carro vermelho. Demorou umas cinco horas de viagem, mas não cheguei a chegar ao destino planejado, pois o sonho acabou aí.

Próxima blogada tem mais! Só não sei quando será a próxima blogada!

Anúncios

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s