Dupla acidentada e outro sonho tarado

Oi, gente! Essa segunda-feira, dia 07/11/2005, eu tive outro sonho com a Sandy e seu irmão, um sonho “acidentado”. Sonhei que a dupla havia se acidentado não sei de que jeito (acho que foi de carro, mas não tenho certeza) e que os dois acabaram com o braço machucado. Tanto a Sandy quanto o Junior ficaram impossibilitados de doar sangue. Mas até que o sonho não foi tão ruim, pois enfatizou a recuperação de ambos, e, no final do sonho (ou ainda no começo, pois me parece que o sonho já começou depois que todas as partes que eu citei anteriormente aconteceram), Sandy e Junior já puderam doar sangue novamente. Não sei se a dupla, na vida real, costuma doar sangue (eu ainda não, mas quem sabe um dia), mas no sonho, era de grande importância que os dois doassem sangue, principalmente a Sandy. Também me lembro que eu tava num lugar meio cinzento e azulado, mas não me lembro direito aonde era, acho que foi lá que eu fiquei sabendo dos acontecimentos em relação à Sandy e ao Junior. E o sonho foi só isso.

Para não ficar no “só isso”, eu vou contar um sonho bastante antigo (antigo e tarado), que eu sonhei faz anos. Sonhei que eu havia ficado invisível meio que involuntariamente. Enquanto eu estava invisível, me dava uma sensação que eu não estava sendo visto por ninguém. Durante todo o sonho, eu ficava andando entre a multidão. Eu fiquei invisível por duas vezes. Na primeira vez, eu nem percebi direito que eu estava invisível, e quando eu percebi, não quis me aproveitar daquilo. Então, eu fiquei pensando, após eu voltar a ficar visível: “Eu acho que eu deveria ter aproveitado que eu estava invisível e eu deveria ter pegado nos seios de uma mulher qualquer que estivesse passando por aí” ou alguma coisa parecida com isto, se bem que eu mesmo não estava muito de acordo com a idéia. Depois de bastante tempo, involuntariamente eu fiquei invisível de novo e, dessa vez, eu cometi um ato tarado. Estava passando bem na minha frente uma moça muito bonita com os seios fartos, que trajava uma blusa cinza clara. E adivinhem o que eu fiz? Acho que vocês já devem ter imaginado o que eu fiz. Ela parou bem na minha frente, acho que era até na porta da antiga escola onde eu cursei o Ensino Médio, fiquei com aquela vontade, aproveitei que eu estava invisível e meti as duas mãos com muita vontade nos seios daquela moça bonita. Alvejei ela com tudo. Ela, é claro, ficou assustada. E bem nessa hora, antes mesmo de eu tirar as mãos dos seios da linda moça, o sonho acabou. Mais um sonho tarado para a coleção. Lembrando que eu não sou tarado na vida real.

Bom, pessoal, este foi o sonho de hoje. E até a semana que vem, com outro sonho, seja esse sonho tarado ou não!

Anúncios

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s