Dois sonhos antigos, velhos pra dedéu!

Oi, internautas! Hoje, por falta de opção, estarei contando um sonho de mil novecentos e me esqueci. Já faz bastante tempo que eu tive um sonho imbecil, bem imbecil mesmo. Acho que foi quando eu era criança, quando eu tinha uns 4 ou 5 anos. Sonhei que eu estava me olhando no espelho antigo que a minha mãe tinha na época que eu morava em Curitiba (época que este sonho foi sonhado). Eu ficava me olhando nesse espelho e também fiz outras coisas além de me olhar no espelho, como coisas do dia-a-dia, brincar com os brinquedos e etc. Não sei se eu fiz outras coisas fora isso. Numa das vezes que eu olhei para o espelho, eu vi que cresceram enormes bigodes embaixo do meu nariz (parecia ser o maior bigode do mundo, tipo esses que disputam campeonatos mundiais de bigode mais comprido ou mais exótico) e eu tomei um enorme susto. Aí eu acordei. Era para eu ter contado esse sonho antes, mas esse sonho é tão imbecil que só agora eu tive coragem de contar essa bosta!

Vou contar outro sonho datado da mesma época, também imbecil, mas nem tanto assim. Trata-se de um sonho inspirado em algum desenho animado que eu assistia no programa da Xuxa, na época que eu era criança. Sonhei com uma personagem de um daqueles desenhos animados, era uma mulher, mas eu já não me lembro mais quem era, já que tal desenho animado não passa mais na Globo e nem em outro canal (e eu nem sei que desenho animado era, antigamente eu sabia, mas agora eu me esqueci). Acho que era uma princesa. O que eu me lembro é que ela estava vestindo uma calça comprida vermelha feita de plástico. Junto com ela, havia o príncipe, que era marido (ou namorado) da princesa. Ambos estavam no meu quarto da época, lá em Curitiba. Acho que também tinha o vilão do desenho junto, mas isso eu não me lembro se tinha no sonho ou não, mas acho que apareceu. Tanto a princesa quento o príncipe (e o vilão) eram de carne e osso, e não de desenho animado. Não sei direito o que o casal de personagens do desenho que passava no programa da Xuxa ficaram fazendo no meu quarto, se ficaram brincando comigo, se ficaram lutando contra o vilão ou se estavam fazendo outra coisa. O sonho foi isso.

Como você já deve ter percebido nesses dois sonhos, além de outros já postados neste blog que eu sonhei quando eu tinha 4 ou 5 anos, naquela época eu não sonhava sonhos tão loucos e tão mirabolantes quanto os sonhos que eu sonho atualmente, como o fantástico sonho da chuva de refrigerante de laranja, onde muita gente ficou boiando na enchente de refrigerante de laranja gelado, ou o trágico (e cômico) sonho do jogo de futebol trágico na Áustria, onde o juiz marcou um pênalti fora do estádio de futebol e, na cobrança, a bola acabou demolindo um escritório de advocacia, ou então o quentíssimo sonho onde eu beijei a boca da minha querida irmã (na época, fiquei meio constrangido por ter sonhado este sonho e até por eu ter contado tal sonho neste blog). Antigamente, quando eu morava em Curitiba, meus sonhos não eram tão loucos, eu sonhava mais com coisas que aconteciam no dia-a-dia ou com coisas que eu via na televisão (a exemplo da princesa e do príncipe do desenho do programa da Xuxa), nada de tão mirabolante. Posteriormente, lá pela época de 1992 a 1995, eu já sonhava com sonhos mais malucos, porém ainda não tão malucos como os de hoje. Exemplos de sonhos sonhados nessa época foram o diabólico sonho do mendigo muito maldito, que hipnotizava os homens que ele encontrava na rua e fazia os imitá-lo, tornando-os zumbis, ou o sonho do casal que estava trabalhando dentro de um buraco e que punha a mão para fora do buraco para pegar ferramentas. Já no fim do ano de 1995, eu já começava a ter sonhos parecidos com os de hoje em dia, como o sonho dos trigêmeos que enchiam o saco da Darker Webert, uma antiga personagem da época que eu ainda brincava como criança. Um ano depois é que eu comecei a ter sonhos como os de hoje em dia, como os que eu falei no início deste parágrafo. Isso tem a ver com o meu amadurecimento. Hoje eu tenho até sonhos eróticos! Vamos ver que sonhos eu terei daqui para frente. Esses dois sonhos de hoje foram uma pequena amostra de como eram os meus sonhos na época que eu ainda assistia o Xou da Xuxa.

Semana que vem, eu já estarei disponibilizando a segunda edição do e-book dos Sonhos do Allan, com mais sonhos, incluindo o da semana que bem, que eu nem sei qual vai ser (vamos torcer para que seja um sonho novo). Será um e-book com um conteúdo mais atualizado e com mais qualidade do que a primeira edição, que eu usei o KWord para gerar o PDF. Esse novo e-book será feito com a tecnologia OpenOffice.org 1.1.4, que gera PDFs com mais qualidade do que o KWord do KDE do Linux. O novo e-book terá todo o conteúdo do e-book antigo e mais o conteúdo novo, além das datas originais que cada sonho foi postado no blog. Acessem este blog semana que vem e façam o download da segunda edição do e-book dos Sonhos do Allan, em formato PDF! Vocês não irão se arrepender!

Até semana que vem, pessoal! E beijos para a Grazi do Big Brother Brasil 5!

Anúncios

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s