Hospedaria na padaria Thainá

Olá! Hoje eu vou contar um sonho que eu tive durante as férias de julho desse ano. Tem partes do sonho que eu não me lembro, vou contar a parte que eu lembro.

Eu estava andando numa rua esquisita, estava de noite, muito escuro, e tinha um negócio esquisito no muro, não sei se era uma passagem secreta, ou então um desenho que se mexia, ou então uma outra rua, era uma animação que parecia ser uns círculos amarelos que se pareciam com tambores ou ventiladores. Mais para frente no sonho, eu fui até a padaria Thainá, o céu estava amarelo e eu entrei na padaria, que estava bem diferente da padaria Thainá da vida real. Tinha uma escada que dava para o segundo andar, onde funcionava uma hospedaria, onde algumas pessoas ficavam hospedadas. Eu subi pela escada e vi alguns quartos vazios e outros cheios, eram poucos quartos, uns oito ou dez. Eu fiquei andando pelo corredor e vi que o meu tio Paulo estava em um dos quartos, segurando um CD. Na vida real, ele mora em Curitiba. Aí eu olhei para outro quarto e vi uma colega de turma no CEBRAC da aula de técnicas administrativas, a Paula Giovana. Ela estava penteando o cabelo. Então, eu resolvi entrar no quarto vizinho, que estava vazio. No quarto, não tinha nenhum móvel, só um espelho muito esquisito, um espelho que, se olhasse-o de frente, via-se o reflexo, se olhasse-o de lado, via-se o quarto onde estava a Paula. A Paula trajava roupas verdes, eram roupas de frio. De repente, não sei o que aconteceu que o quarto da Paula e o quarto onde eu estava se fundiram em um só. Aí, chegou a dona da hospedaria, uma senhora gorda vestida de preto, ela não gostou que eu estava dentro do quarto sem pagar. Então, ela ficou parada na porta, esperando alguma coisa acontecer, a Paula também ficou parada esperando, e eu fiquei olhando para a cara das duas. De repente, eu propus: e se eu pagasse a minha hospedagem e a da Paula? E eu puxei quatro notas de dez reais do bolso. Então, a Paula disse, chorando: Mas o dono dessa espelunca cobra muito caro! Daí, o dono da hospedaria apareceu e falou, com ar de imbecilidade: Que nada, vocês dois podem ficar na nossa maravilhosa hospedaria por apenas 5 reais! Daí, eu não sei se eu fiquei mais um pouco na hospedaria ou eu fui embora, pois nesse momento eu acordei.

Domingo que vem, eu conto outro sonho!

Anúncios

Comente este post!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s